Em criação da Agência3 para o Botafogo e ONU Mulheres, o Clube carioca tirou o seu maior símbolo, pela primeira vez na história, para homenagear as mães que criam seus filhos sem a presença do pai. Segundo o IBGE, há no Brasil mais de 11 milhões de mulheres nesse perfil e grande parte são mulheres negras e de baixa renda, que se encontram em situação de alta vulnerabilidade social. Elas concentram responsabilidades familiares e encontram barreiras para estudar e entrar no mercado de trabalho. 

A ação aconteceu no início da partida entre Fluminense x Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, sábado, 11 de maio, quando o time alvinegro entrou em campo sem a estrela no escudo da camisa e uma faixa com a mensagem: “A estrela solitária saiu do escudo para lembrar de outras: as 11,6 milhões de mães que criam seus filhos sozinhas. Estamos com elas”. A homenagem se estendeu nas redes sociais e ganhou repercussão com as hashtags  #DiaDasMães #HeForShe #ONUMulheres #EstrelaSolitária 

“O Botafogo faz questão de usar a força da instituição para essa importante causa e homenagear as mães. O futebol é dominado por exemplos de mães solo que lideram famílias com muito sacrifício e nossa campanha vem para ajudar a romper as barreiras existentes” – destaca o Presidente do Clube Nelson Mufarrej. 

“A campanha Estrelas Solitárias não somente dá visibilidade a essa realidade crescente, como faz o chamamento público para que os homens assumam a sua responsabilidade como pais e cuidadores, fazendo advocacy para o fim da ausência dos homens na sua condição de pais” – completa Ana Carolina Querino, representante interina da ONU Mulheres Brasil. 

Veja imagens do jogo:

FICHA TÉCNICA 

  • Agência: Agência3 
  • Cliente: Botafogo e ONU Mulheres 
  • Direção Geral: Paulo Castro 
  • Direção de Criação: Daniel Bonela 
  • Supervisão de Criação: Flávio Chubes 
  • Criação: Diego Guerhardt, Pedro de Queiroz, Rafaela Roquette, Saul Gervasio 
  • Diretora de Atendimento: Rafaella Eyer 
  • Atendimento: Juliana Fernandes 
  • Head de Estratégia: Roberto Vianello 
  • RTV: Ana Hildebrandt 
  • Diretora de Operações: Deborah Peixoto 
  • Produção Gráfica: Ajuste Fino 
  • Finalização: Cláudio Mata, Mônica Conceição 
  • Imagens de apoio: Botafogo TV 
  • Fotógrafo: Vítor Silva 
  • Produtora de vídeo: Brokolis do Brasil 
  • Produtora de áudio: Nova Onda 
  • Aprovação: Marcelo Fonseca (Botafogo), Ana Carolina Querino, Carolina Ferracini, Isabel Clavelin (ONU Mulheres)
PUBLICIDADE