Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,87 bilhões na Black Friday, prevê ABComm

De acordo com Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, expectativa é que as vendas no setor tenham crescimento de 16% em comparação com mesmo evento de 2017.

21

A Black Friday, considerada hoje a segunda principal data do e-commerce – atrás apenas do Natal -, deve movimentar neste ano R$ 2,87 bilhões no comércio eletrônico. A estimativa é da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Esse montante representaria um crescimento de 16% em relação ao apurado pelo setor no mesmo evento de 2017.

No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 8,8 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 326. As categorias mais buscadas devem ser “Informática”, “Celulares”, “Eletrônicos”, “Moda e Acessórios” e “Casa e Decoração”. A previsão leva em conta as compras realizadas entre os dias 22 e 23 de novembro.

Segundo Mauricio Salvador, presidente da ABComm, a cada ano a Black Friday ganha mais relevância e se consolida como um dos principais eventos para o varejo. A data também serve como uma antecipação das vendas de Natal. “A estimativa da ABComm é de que cerca de 33% das compras na Black Friday sejam pessoas antecipando as compras de presentes de Natal. Com esse cenário, muitas lojas virtuais já preparam seus estoques esperando um ritmo agressivo nas vendas”, afirma.

PUBLICIDADE