Comprando com segurança na Internet

22

Por Fabio Carneiro

Comprar nunca foi tão fácil. Hoje, no conforto da sua casa, você consegue encontrar os itens que deseja, sem ter que encarar filas e nem ser surpreendido por uma oferta mais atraente em outra loja. Bastam alguns cliques e pronto, suas compras chegam em casa!

Com o avanço da internet e com consumidores mais maduros, as compras em e-commerces estão cada vez mais seguras. Segundo pesquisa da Conversion, empresa de SEO, 78% dos consumidores consideram confiável comprar pela internet. Todas essas mudanças tornam o ambiente digital mais favorável ao consumo. Entretanto, existem alguns riscos nas compras virtuais.

Para reduzir as chances de cair em golpes, basta ter cuidado com alguns detalhes importantes. O primeiro deles é avaliar a reputação da loja em sites como o Reclame Aqui, por exemplo. Estes cuidados são indispensáveis para avaliar a prestígio e a credibilidade de uma empresa. Além da nota, preste atenção ao tipo de reclamação feita, pois relatos de fraude ou mau atendimento possuem um peso bem maior do que atraso na entrega do produto.

Redes sociais também são um importante termômetro da confiabilidade de uma organização. Nesse caso, veja a longevidade da loja virtual na plataforma e as avaliações feitas pelos consumidores, pois diferente de comentário e postagem, essa forma de manifestação não pode ser apagada pelo dono da página.

Outra dica é buscar por selos de segurança. Empresas confiáveis, na grande maioria dos casos, informam no rodapé de suas páginas quais selos e certificações de segurança possuem. No Promobit, por exemplo, usamos sempre dois indicadores durante a avaliação da reputação, o Clearsale, um certificado de segurança que verifica a veracidade dos compradores, e o Ebit, um selo focado em porcentagem de entregas dentro do prazo e na avaliação dos consumidores.

Fique de olho nos marketplaces! Atualmente, é bastante comum que grandes e-commerces disponibilizem sua estrutura para outros varejistas. Players como Americanas.com, Submarino, Walmart, Pontofrio e Casas Bahia fazem isso. Por isso, veja quem realmente está vendendo o produto. Muitas vezes, essa indicação fica acima do nome do item, na página com suas informações.

E por último, mas não menos importante: busque saber se o artigo foi reembalado. Esse termo significa que ele foi devolvido pelo cliente ou teve alguma pequena avaria (arranhão, mancha, amassado) durante o processo de entrega. Esses dados também podem ser encontrados na página do produto, próximo ao nome.

Fique ligado em onde você está comprando e não deixe de aproveitar as facilidades que a internet nos dá!

* Fabio Carneiro é COO e co-fundador do Promobit, social commerce que reúne as melhores ofertas da internet.

PUBLICIDADE