PUBLICIDADE

Acontece na noite de hoje, dia 17, a grande decisão da Copa do Brasil de 2018. O duelo entre Corinthians x Cruzeiro acontece às 21h45, em Itaquera. E a atual edição tem uma marca curiosa: pode ser a edição em que o artilheiro marcará menos gols.

Desde que foi criada, em 1989, em três oportunidades os artilheiros marcaram apenas cinco gols:

  • Em 2007 foram três artilheiros – André Lima (Botafogo); Dênis Marques (Atlético-PR); Victor Simões (Figueirense)
  • Em 2011 foram cinco artilheiros – Adriano Michael Jackson e Kléber Gladiador (Palmeiras); Rafael Coelho e Willian (Avaí); Alecsandro (Vasco)
  • Em 2017 foram três artilheiros – Rafael Sóbis (Cruzeiro); Léo Gamalho (Ponte Preta); Lucas Barrios (Grêmio)

Na atual edição, até o momento, os artilheiros marcaram apenas quatro gols. São eles: Gabigol (Santos), Romulo (Avaí) e Neílton (Vitória). E caso nenhum jogador presente na grande decisão de hoje consiga superar essa marca e igualar as edições de 2007, 2011 e 2017, esta será a edição com o pior artilheiro da Copa do Brasil.

Os atletas que mais têm chances de superar a marca dos quatro gols são Romero, do Corinthians, que tem três gols marcados e o trio cruzeirense Barcos, Raniel e Thiago Neves, que marcaram dois gols cada. Com dois gols, Romero termina como artilheiro. Já os cruzeirenses precisam de um hat-trick para alcançar a marca.

Confira a lista de todos os artilheiros de cada edição da Copa do Brasil:

Ano Jogador (Time) Gols marcados
1989 Gérson (Atlético-MG) 7
1990 Bizú (Náutico) 7
1991 Gérson (Atlético-MG) 6
1992 Gérson (Internacional) 9
1993 Gilson (Grêmio) 8
1994 Paulinho (Internacional) 6
1995 Sávio (Flamengo) 7
1996 Luizão (Palmeiras) 8
1997 Paulo Nunes (Grêmio) 9
1998 Romário (Flamengo) 7
1999 Petkovic (Vitória) e Romário (Flamengo) 8
2000 Oséas (Cruzeiro) 10
2001 Washington (Ponte Preta) 12
2002 Deivid (Corinthians) 13
2003 Nonato (Bahia) 9
2004 Alex (Botafogo) e Dauri (XV de Novembro) 8
2005 Fred (Cruzeiro) 15
2006 Valdiran (Vasco) 6
2007 André Lima (Botafogo-RJ), Dênis Marques (Atlético-PR) e Victor Simões (Figueirense) 5
2008 Edmundo (Vasco) 6
2009 Taison (Internacional) 7
2010 Neymar (Santos) 11
2011 Adriano e Kléber (Palmeiras), Rafael Coelho e Willian (Avaí) e Alecsandro (Vasco) 5
2012 Luís Fabiano (São Paulo) 8
2013 Hernane (Flamengo) 8
2014 Gabigol (Santos), Bill (Ceará) e Léo Gamalho (Santa Cruz) 6
2015 Gabigol (Santos) 8
2016 Marinho (Vitória) 6
2017 Rafael Sobis (Cruzeiro), Léo Gamalho (Goiás) e Lucas Barrios (Grêmio) 5
PUBLICIDADE