Personal Branding nada mais é do que a gestão da sua marca pessoal, ou seja, a gestão do seu nome, da sua reputação. É um recurso – e uma nova mentalidade – para que você possa se tornar mais expressivo no seu mercado e possa ser ainda mais lembrado e procurado pelo seu público pelo que você tem a oferecer. Hoje em dia é um dos tópicos mais comentados do mundo e, pelas mudanças constantes das direções do mercado, trabalhar e manter a sua marca pessoal tem se tornado indispensável para que possamos criar e atrair as nossas próprias oportunidades.

Juliana Saldanha (http://julianasaldanha.com.br/), é estrategista em Posicionamento e Comunicação de marcas pessoais e tem como objetivo ajudar empreendedores, acadêmicos e profissionais a traçarem as suas estratégias de posicionamento e a comunicarem melhor suas propostas de valor para o mercado. Afinal, cada marca pessoal é única, por que não destacá-la em um mercado tão competitivo?

É palestrante em grandes eventos no Brasil como o Festival Path, MKT Show e Conferência Amazônica e em Londres, como os organizados pelo Enterprise Nation e Uhubs. Em suas participações, ela sempre enfatiza: “A sua marca pessoal é um atalho de tomada de decisão do seu público por você e por aquilo que você tem a oferecer. E nós temos que facilitar essa escolha por nós”, argumenta. Juliana Saldanha foi co-criadora de uma startup de economia compartilhada, de uma aceleradora de startups que investiu em mais de 80 empresas e responsável pela expansão de uma empresa de tecnologia para Londres.

Em certo ponto decidiu mudar de direção e deixar o cargo e o status de lado, para empreender a si mesma e aprendeu na prática a se reposicionar e a comunicar o seu valor. “Faltava clareza, foco, coerência, visão e a consciência de quem eu era e de qual era o meu valor (título, cargo ou negócio) o que afetava também a forma como eu me posicionava e me comunicava. Nesses últimos anos, acessei todos os recursos disponíveis e apliquei na prática o método que eu desenvolvi, primeiro para mim. E o que eu já fazia inconscientemente, naturalmente, se tornou uma estratégia embasada com testes, prática e teoria”, comentou.

Juliana atua com Consultoria, Cursos e Workshops, em 2018 foram mais de 200 alunos nas 17 turmas no workshop e dezenas de clientes de estratégias. Recentemente lançou o seu curso online e hoje tem mais de 100 alunos ativos.”Para os que entendem a importância da estratégia de uma empresa, por exemplo, sabem o quanto as tomadas de decisão fazem sentido e as ações não são aleatórias ao tê-la definida. A mesma lógica podemos aplicar para nós. Além disso, a comunicação que engaja é aquela que tem intenção. E aprendemos a colocar intenção nela, quando nos vemos como uma marca que pode ser indispensável (e memorável!) para alguém” explica Juliana.

PUBLICIDADE
COMPARTILHAR