O River Plate é o primeiro finalista da Copa Libertadores de 2018. Os Millonarios conseguiram a classificação de forma heroica jogando na Arena do Grêmio e agora aguardam o vencedor de Palmeiras e Boca Juniors para conhecer seu adversário na busca pelo tetra.

Independente de quem seja o adversário, a final da Libertadores de 2018 será inédita. E caso o Boca avance, a final será o superclássico argentino. Jogando diante de sua torcida, o Palmeiras precisa vencer por três ou mais gols de diferença para avançar. Ao Boca, o empate ou uma derrota simples classificam o time.

Sobre a partida que deu a classificação ao River, o jogo foi muito bom. Bem disputado desde o início, o primeiro tempo foi completamente dominado pelos argentinos, mas por uma ironia do futebol, o Grêmio abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo, com Leonardo. Depois da vitória na Argentina, o agregado estava 2 a 0 naquele momento.

Na segunda etapa o jogo mudou de figura. O River foi desesperadamente para o ataque em busca dos gols da classificação. Everton, que voltou de lesão, entrou e desperdiçou a chance de fazer 2 a 0 e matar o jogo.

Depois disso, o zagueiro Paulo Miranda, que substituía o suspenso Kannemann, sentiu câimbras e foi substituído por Bressan. A partir daí o jogo mudou. Bressan levou um cartão amarelo (injusto) logo que entrou. Depois disso, aos 37 minutos da segunda etapa, o atacante Borré, do River, marcou e empatou o jogo, dando esperança aos Millonarios.

Três minutos mais tarde, aos 40, Scocco, atacante do River (que já teve passagem pelo Internacional), chutou, e a bola desviou na mão de Bressan. O árbitro de vídeo avisou o juiz principal da partida, que viu o lance, marcou o pênalti e, com o segundo amarelo, expulsou Bressan, que ficou apenas 17 minutos em campo.

Após uma longa confusão o pênalti foi batido apenas aos 50 minutos, e Pity Martínez converteu, virou o jogo, empatou o placar agregado e deu a classificação ao River Plate pelo critério de gols marcados fora de casa. O River Plate chaga agora à sua sexta final de Copa Libertadores, e busca seu quarto título.

PUBLICIDADE